5 dicas essenciais de relacionamento com a imprensa

Tempo de leitura: 3 minutos

Chamada de quarto poder, a imprensa é capaz de informar e influenciar, tanto positivamente quanto negativamente o público. Por isso, sair na mídia é o sonho de tantas pessoas, marcas e empresas. Mas, para que esse desejo se concretize é preciso, primeiramente, garantir um bom relacionamento com a imprensa.

 

Se o jornalista não tiver confiança e simpatia pela assessoria, é pouco provável que a pauta não se realize. É o mesmo que acontece quando alguém deseja um serviço. Quando não há um bom atendimento do outro lado, a relação é cortada e o cliente deixa de contratar.

 

De acordo com pesquisa do Comunique-se, os jornalistas consideram 28% das relações com assessores ruim. Ou seja, o que era para ser considerado como um facilitador, se torna um empecilho — muitas vezes, por uma simples questão de “tato”. Confira algumas dicas para garantir o melhor relacionamento com a mídia!

Entender a redação

Mesmo que nunca tenham atuado em uma redação jornalística, é importante que os assessores tenham noção de como funciona uma na prática. É imprescindível, por exemplo, saber que horas a redação abre e qual é o horário de fechamento das matérias.

 

 

Conhecer o jornalista

Se a intenção for emplacar matéria em uma coluna ou editoria específica, vale a pena conhecer o trabalho do jornalista. O que ele já escreveu? Quais temas costuma divulgar com mais frequência? Ele dá abertura para aberturas?

 

Ao conhecer o perfil do jornalista, o assessor pode oferecer releases mais precisos e interessantes. Além disso, é possível economizar tempo, ao evitar de tentar emplacar uma matéria que poderia ser aproveitada em outro veículo.

 

Prazos

Assim como os jornalistas têm prazos para entregar a matéria, os assessores também são cobrados para apresentar fontes e informações. Caso os assessores deixem de fazer isso, a matéria poderá não ir ao ar ou, o que é pior, sair incompleta.

 

Na prática, isso não é bom para o cliente, pois o jornal poderá publicar informações mais parciais. A falta de compromisso é negativa ainda para o próprio assessor, que poderá ficar com o relacionamento com a mídia desgastado. Em função disso, é essencial cumprir os prazos estabelecimentos.

 

Percebeu que o porta-voz não poderá falar determinado dia ou está aguardando outra pessoa enviar informações? Tente negociar uma nova data com o jornalista, para que ele possa se organizar e realocar as pautas. Além de garantir maior confiança para a relação, isso demonstra comprometimento.

 

Cuidado com o follow up

Ninguém gosta de ser cobrado, ainda mais um profissional quando está correndo com mil afazeres. Portanto, na hora de fazer o follow up, tome muito cuidado com a forma que “cobrar” a publicação de uma matéria.

 

Seja gentil e mostre o quanto a pauta é relevante para a editoria. Se o jornalista tiver interesse de verdade, ele irá entrar em contato para mais informações ou até poderá divulgar o release na íntegra.

 

Media training

Para quem vai ser entrevistado, é importantíssimo saber como se posicionar e o que falar diante dos jornalistas, sobretudo se for na televisão. Nesse sentido, cabe aos assessores fazem o treinamento — chamado de media training — para que o assessorado chegue confiante e faça uma entrevista.

 

Quer saber mais sobre como o relacionamento com a mídia pode ajudar nos seus negócios? Fale com a MGA Press! Nós podemos ajudar você!

Deixe Seu Comentário

Comentários