Outubro Rosa já se tornou data fixa no calendário brasileiro

Tempo de leitura: 4 minutos

Mundialmente, outubro se tornou a data para lembrar e pensar no câncer de mama. No Brasil, de acordo com o Institucional Nacional do Câncer, 59.700 pessoas descobrem a doença por ano, sendo que grande parte dos casos é fatal.

A data começou a ser usada pelos Estados Unidos, no começo do século passado. Porém, ela só entrou no calendário americano em 1990, após a realização da Corrida Pela Cura, em Nova York. A partir de então, instituições públicas e privadas passaram a fazer ações utilizando a cor e o lacinho que simbolizam a conscientização da doença.

Aqui, a primeira campanha que aconteceu foi em 2002, com a iluminação do Obelisco do Parque do Ibirapuera, em São Paulo. Além desse, outros pontos turísticos já foram iluminados de rosa, como o Cristo Redentor no Rio de Janeiro e a Pinacoteca Benedito Calixto em Santos.

Importância social

A principal razão de ser do outubro rosa é a conscientização do câncer de mama. Quanto mais pessoas souberem identificar a doença precocentemente, maiores serão as chances de cura.

Nesse sentido, as empresas que promovem qualquer ação nesse mês se mostram engajadas no aspecto social. Vale notar que as campanhas não são voltadas apenas para causar uma boa impressão nos clientes, mas também para ressaltar os cuidados para todos os funcionários.

De acordo com alerta do Ministério dos Direitos Humanos, “cuidar da saúde é um dever de todo ser humano e a prevenção é o melhor caminho”. Para a ocasião, a instituição divulgou um comunicado alertando para a realização anual de exame de mamografia por mulheres acima de 40 anos, além da importância da amamentação — que ajuda a diminuir os riscos da doença — e do próprio autoexame.

Impacto na imagem

O engajamento social por trás do Outubro Rosa é muito importante, pois se trata de uma questão de saúde. No entanto, as campanhas nesse mês chamam a atenção por outros motivos.

As empresas que fazem algo especial se destacam para os clientes. Por se mostrarem antenadas ao que acontece na atualidade e prezarem pelo bem-estar social, elas podem ganhar até a preferência na hora da compra.

A grife de roupas Morena Rosa, por exemplo, está destinando parte das vendas de outubro para um hospital de tratamento do câncer em Barretos, em São Paulo. O mote da campanha da marca é “vista-se com propósito”, pois, além de comprar uma peça de roupa, o cliente está também comprando uma ideia e ajudando, ainda que indiretamente, os outros.

Outubro Rosa em números

Segundo pesquisa da MindMiners, 94% das mulheres julgam ser importantes as empresas fazerem campanhas de conscientização, que as fazem lembrar dos cuidados a ter com a saúde. Para 79% das entrevistadas é importante comprar produtos de marcas que estejam engajadas com a causa.

Ainda de acordo com o estudo, 99% das entrevistadas já ouviram ou viram algo relacionada com o Outubro Rosa. No entanto, 62% delas não haviam realizado qualquer exame nos últimos dois anos, sobretudo por serem muito jovens (66%) e por falta de tempo (10%).

Embora a campanha por si só não seja responsável pela realização dos exames, ela pode ajudar as pessoas a se conscientizarem a cuidar melhor da saúde. Além do mais, esse tipo de ação pode ser um motivo a mais para os clientes lembrarem de maneira positiva da marca.

O que pode ser feito no Outubro Rosa

Há diversas formas de participar do Outubro Rosa, gastando pouco ou nada. A empresa pode por exemplo:

  • promover uma palestra sobre o tema;
  • convidar as funcionárias para vestirem rosa em um dia da semana e tirar foto para postar no site e/ou nas redes sociais;
  • convidar a todos para doar lenços para pacientes com a doença;
  • comprar e distribuir produtos de instituições ligadas à prevenção do câncer de mama,
  • decorar o escritório com artigos em rosa e/ou fazer mensagens especiais para a data.

A MGA Press apoia essa causa. Faça a sua empresa apoiar também! Para dúvidas sobre posicionamento da marca e assessoria de imprensa, entre em contato conosco 🙂